sexta-feira, 26 de novembro de 2010

GUERRA CIVIL NO RIO DE JANEIRO

Alceu Valença escreveu esse belo poema há exatos 20 anos, como um cyber vidente. Sou tiete do cara.  As imagens da letra, são fortes. Mais sugere um apocalipse urbano. A música não fez sucesso. Fazia-se necessário saber ouvir/escutar com todos os sentidos antropológicos sociais. Ninguém ouviu o rugido doído dos morros...E, cá estamos nós, em meio a uma guerra civil... Esse é inferno de Dante!

.
.

.
FM REBELDIA Alceu Valença
Um dia eu tive um sonho
Que havia começado a grande guerra
Entre o morro e a cidade
E o meu amigo Melodia
Era o Comandante-em-Chefe
Da primeira bateria
Lá do morro de São Carlos
Ele falava, eu entendia
Você precisa escutar a rebeldia
Pantera Negra, FM Rebeldia
Transmitindo da Rocinha
Primeiro comunicado
O pão e circo e o poder da maioria
Um país em harmonia
Com seu povo alimentado
E era um sonho ao som
De um samba tão bonito
Que quase não acredito
Eu não queria acordar
Pantera Negra, FM Rebeldia
Transmitindo da Rocinha
Primeiro comunicado
Um dia desses
Alguém falava, eu entendia
Nós precisamos conviver em harmonia
Ele falava, eu entendia
Você precisa escutar a rebeldia
Pantera Negra, FM Rebeldia
Transmitindo da Rocinha
Primeiro comunicado
O pão e circo e o poder da maioria
O país bem poderia
Ter seu povo alimentado
.

17 comentários:

antonio candido disse...

Finalmente você resolve voltar a publicar. Que demora. Fico a sua espera o tempo todo e dessa vez, se não fosse o face, até acharia que vc tinha fechado as portas...rsrsrs e mudando de prosa, a coisa tá feia para todos os lados. Acho bom a gente se encontrar para uma cervejinha.vou adora, como sempre!O texto está bombando. sou seu eterno admirador.
bjs

Anônimo disse...

O SAFADO
Bom dia Patinha,
realmente o mudou deua uma pirada geral. Vamos esperar para ver como fica essa festança de foguetório toda.Seus trabalhos continuam geniais.Vou passar apor aí.
beijões

Anônimo disse...

Querida pataxic, detesto essa coisa de mudar de página para comentar, então, fico no anônimo mesmo e que bom essa sua volta e esse inferno que anda pelo rio de janeiro é de apavorar, mais parecendo o Iraque. Sendo que o morro está realmente descendo e olhga que ainda não desceu, e dá para antever o que aguarda para as pessoas decentes. Que Deus nos proteja. Parabéns pelo belo texto.
abraços
Marianna

richard disse...

O Rio sempre foi uma esculhambação só. Carioca tem fama de vagabundo mundo a fora. Essa guerra que aí está nunca foi novidade. Só que agora a bandidagem está em todos os níveis da sociedade. Tá difícil de acabar. Os dom Corleones estão de longe assistindo os pobres coitados se matarem.
Querida Patinha, adorei seu texto sempre fervendo.
beijos sempre.

rosangela disse...

Querida patachic!!! Alceu valença nesta música foi feliz por demais e vc logo, claro, evidente, está explorando a arte dele, criando uma outra. Quanto a tudo o que está acontecendo é uma covardia com os menos favorecidos, o povo precisa de educação em 1º lugar e essa coisa de polícia invadir morros está por fora. Me diga Em que lugar os nossos atores globais, dentre outros vão comprar suas drogas!!! Ora bolas!! Liberem já essa droga toda!!!

Octávia Thamyres disse...

E o Rio, Pataxic, será que continua lindo, ainda?
Quero mais e ficar longe e se possível só por galeão e mais nada. Dá medo e sempre deu.
bjsss

Anônimo disse...

Pataxó, querida, não estou conseguindo publicar meu coment pela minha página, vou de anônimo, mesmo.Garota, ue coisa mais medonha essa festa junina no Rio. aliás, nem gosto desse lugar. Só torço para que tudo acabe bem.
bj
Joana D'Arc

Anônimo disse...

Henrique Luis

Pataxó, estou com dificuldade em publicar aqui, já fiz um comentário e não rolou. Estou tentando, mas de qualquer forma, viva o nosso genial Alceu Valença!
biejos molhdinhos KKKKKKKK

Anônimo disse...

Ana Mary
Pataxó desculpe a demora, mas estou sem pc e então a coisa ficou meio que ruim, mas que a coisa tá feia, podes crer. Só Deus para cuidar da gente.
beijos grandes

Antonio Carlos disse...

Olá, minha querida Pataxó!
Meu que saudades de voce, das suas mensagens, eu sai do orkut, enjoei, agora estou só no blogger, aliás novissímo por sinal, inaugurei em Novembro.
Parece que num flash mágico, ele narrou toda a infelicidade que a acontece hoje, uma guerra civil, será que pode-se extrair algum fundamento nisso, ou eles querem mesmo é escandalizar a população.
Um grande beijo de saudade!
Ate mais minha PataXic..

Anônimo disse...

Meo rappá super talentoso Anton,
fiquei feliz em encontrá-lo aqui no meu mar...!Vc como sempre generoso comigo! Adorei! Seus coments, para mim, são super importantes, sempre! Estive surfando na sua nova página e adorei, e, só tenho um coment a fazer... não muda mais não! Senão, vc não cria raízes e fica difícilpara as pessoas que são fãs de sua obra esplêndida te encontrar, entendeu? Vou colocar seu endereço novamente na minha página, com maior orgulho, saiba!!
bjs mis desde vitória.

Elaine Chieppe disse...

Olá, entrei no seu blog através de uma amiga que te segue e gostei do que vi. Inteligente, sensível, alegre. Porreta. Bacana mesmo. Por isso estou te seguindo também. Parabéns!!!!!!!!!

Zé Povinho disse...

O sonho comanda a vida, diz o poeta. Pão e circo são as armas do poder sempre que nos quer dividir.
Abraço do Zé

Anônimo disse...

Xouuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
Só vc, unica exclusiva, ludica, lunática, meteórica, explosiva...
bjsssssssssssssssssss

Leila


http://www.facebook.com/?sk=messages&ref=mb#!/home.php?sk=group_135685323154792&ap=1

Antonio Carlos disse...

Pataxó, minha flor de lótus!
Passando novamente aqui, e vejo a sua linda mensagem pra minha humilde pessoa, muito obrigado, saiba que eu não vou mais tirar do ar, fiquei muito feli por ter uma apreciadora tão sensível como voce, e disso eu não abro mão.
Love You minha amiga, conta comigo.
Obrigado por passar um ano inteiro junto comigo nesta telinha. Até outros e mais anos.
Beijo grande.

Antonio Carlos disse...

Minha querida e talentosissíma PataXic!!!

Amiga, eu preciso de você aqui pra continuar no novo ano
Incompatível, mas não consigo
Falta coragem para eu terminar mais uma jornada

Me diz o que é que eu falo
O que é que eu faço agora
Se fico ou vou embora
Amigo, me ajuda com sua companhia

Amigo, saimos dessa porque a vida anda
O ano não passou rápido?
Então deixa se virar

Se vira, ta indo embora
Vou ver o mundo lá fora
Se vira, tô indo embora
Se tá sofrendo agora chora
Chora, chora,chora de alegria

Obrigado por sua amiade e companheirismo neste ano de 2010!
Desejo a voce um 2011 incrível de muitas alegrias, felicidades, que a pa e saúde vigorem em seus corações!
Grande beijo, estarei sempre te acompanhando com a minha amiade.

Anônimo disse...

Meu querido rappá,
que bom que vc anda por aqui e a sua visita é a maior honraria que eu recebo e vc me encanta sempre. Como já disse, eu estou no facebook, vai lá e arrasa com seu belissimos trabalhos e preciso ir no seu blog que está lindo...!
bjs mis desde vitória.
PataxoW